quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

É bão?

Belo Horizonte (Laboratório?) - Que o Leão sempre foi um treinador sem medo de lançar jovens jogadores todo mundo sabe. Ele até ficou "famoso" por isso com aquele famigerado Santos '02.
Hoje, durante o treinamento da manhã, o Juba não hesitou em manter o junior Marcos Rocha na lateral-direita. Perguntinha: alguém já viu o rapaz jogando bola? Sabe se ele jogou a Copa São Paulo?

5 comentários:

Gus Martins disse...

Lembro de quase nada da copinha.... em termos individuais...
ENtão, nem sei se ele participou.
Mas, seja como for, acho a decisão mais acertada, em vez de caçar por o carlos alberto na lateral.

Como já disse em outra oportunidade, o mineiro é a hora de fazermos isso.
Se do meio pro final do campeonato ficar claro que não temos peças na base, ae sim deveremos voltar ao tal mercado em busca daquilo que até então não encontramos...

Gus Martins disse...

Bom. Agora é ainda mais pra valer!
Espero que o Marcos não sinta o peso da camisa, da estréia, da idade, etc.
Porque a rigor, NÃO temos mais lateral direita por seis meses. Que este garoto da base faça o que a base tem feito ultimamente, salvando a pele do Galo (quando os velhos decepcionam...).

Borusso disse...

Tb não lembro dele na Copinha. Nunca o tinha visto jogar.
Melhor hora pra testar, com ctzª!
Concordo com o Gus tb no estarmos [:(]com a conta do chá na posição até agosto. "Ê Galo..."

Tom disse...

Só lembrando o Leão em 2002, Robinho e Diego foram os lançamentos óbvios, mas o importante foi a montagem do time reabilitando Elano e Renato ( na lista de dispensáveis) , fazendo o Paulo Almeida transformar-se de pedreiro "meia-colher" em mestre de obras temporário. Redescobriu o Léo e o Alex (zagueiro) e fez do Alberto artilheiro de um time de ponta.
Inesquecível uma entrevista anterior ao campeonato qdo explicava que ia com o q tinha pq o Peixe não tinha grana para contratar ninguém, mas acrescentou: " apesar da dificuldade meu time já está pronto e armado e vamos incomodar "...e deu no que deu...enquanto o pedante e prepotente Levice declarou na reta final que seu time ( os Falsos) tinha atingido um estágio que jogava no piloto automático a segunda geração dos meninos da Vila humildemente atropelou o falastrão e seus discípulos.
Eu q já ví vários treineiros no Galo fico absurdado com o culto ao Levir pelas novas gerações de torcedores, falta de referência e principalmente falta de conhecimento da história e identidade Atleticana.
Nunca me esqueço do cultuado e insôsso time de 2001 que de Galo só tinha nome e uniforme . O resto era o resto das bibas com alguns enxertos que tinham mais nome que bola ( exceção para o Felipe, mal aproveitado na lateral pq o Levice tem medo de atacar ).

Borusso disse...

Sim, Tom, era lindíssimo o unif. de 01! Embora seguramente o time apresentasse um bom nível de ½-campistas, os otros setores ainda tavam mal preparados pra taça.

Lembranças belas as da montagem do Santos 02! Juba é decerto um coach que do pco, mto sabe tirar.
Na Liga de 04 o Peixe foi mais lennykravitziano, enqtº o Culpi fez o papel da Lebre na fábula de Esopo(?).