domingo, 8 de fevereiro de 2009

Galo no Divã: Social 0 x 3 Atlético MG

(De volta a ativa)

Tudo começou como havia terminado. Mas depois teve uma ligeira melhora. Não sei se foi a distância em relação à TV ou a minha enorme preocupação em tornar honroso o meu retorno ao mundo da cerveja gelada, mas algumas coisas talvez importantes escaparam ao meu olhar...

Essas caras são muito melhores que no ano anterior. Já é um começo. (Foto: portal terra.)


Juninho: Não precisou fazer nada.
Marcos Rocha: Entrou no mesmo nível do Sheslon. Espero que evolua mais.
Leandro Almeida: Fez o que era pra ser feito quando preciso.
Welton Felipe: Não fez o que era pra ser feito quando preciso. Os poucos recursos foram chutões ou sorte em vista da incompetência adversária.
Júnior: Toque de qualidade. Mas esteve mais apagado do que na partida anterior.
(Thiago Feltri): Entrou só pra poupar o outro. Não tinha nada pra fazer.
Renan: Não apareceu. E isto é um bom sinal.
Carlos Alberto: Teve boa vontade, mas um tanto quanto estabanado. Cuidemos para não ficarmos com 2 Márcios Araújo no time.
Márcio Araújo: Errou menos, mas quando errou, foi aquilo de sempre. Passes simples...
Lopes: Não se encontrou. Mas não comprometeu.
(Raphael Aguiar): Quando entrou, a fatura já estava liquidada. Não tinha o que mostrar. Mas este sim, precisa mostrar serviço, antes que comece a nem entrar mais.
Éder Luis: Melhorou o Posicionamento. Quem sabe o gol dê tranquilidade para melhorar também as finalizações que continuam ruins.
Diego Tardelli: Embora ele diga que não é 'homem de área', deveria saber que, no Galo, ele é o que melhor consegue cobrir esse lugar. E trabalhar ali mais pelo time mesmo. Duas belas cobranças de falta que nos fazem pensar que teremos um batedor de falta depois de anos e anos...
(Yuri): Atuou melhor nessa posição do que no meio, onde é seu lugar de origem.

Leão: Se não vai na técnica, no óbvio, vai na bronca. Parece que a que ele deu no vestiário surtiu efeito. Mais uma vez, méritos para o comandante. Porque o time era o mesmo e o adversário também. O que mudou foi a atitude, graças a ele.

O jogo começou do mesmo jeito que terminou a última partida. Ridículo. O Social não fazia nada e não tinha condições para isso. O Galo, vendo aquele adversário fraquíssimo não soube o que fazer. No ranca a gente costuma dizer que jogar contra time ruim é pior do que contra time bom. Tem um bocado de verdade nisso, mas o primeiro tempo mostrou que o maior culpado pelo show de horrores foi o próprio alvinegro da capital. Sem criatividade, sem atitude, sem qualidade.

No segundo tempo, com as orelhas quentes, os jogadores resolveram que a mudança de postura era necessária. Aí fizeram valer aquilo que tem se perdido ao longo dos anos. Time grande tem que surrar os pequenos e pronto. Não tem conversa, qualquer coisa diferente disso é zebra. Com boa inspiração do Tardelli, com a técnica do Júnior e o posicionamento do Éder, conseguimos fazer acontecer.

Tudo bem, o campeonato começou. Mas falta muita coisa. O segundo tempo foi como um alívio, ao ver que o comandante conseguiu levar o time a cumprir o dever de casa (sim, no mineiro, em casa ou fora, sempre é dever de casa vencer a partida). Mas infelizmente o que mais chamou a atenção foi o primeiro tempo. Mostrou que ainda estamos longe de ter o time que entrará de cabeça erguida e firme para disputar um torneio grande. Estamos na porta da Copa do Brasil. Será que as broncas diárias, nos treinos e vestiários segurarão a onda? Ou os jogadores precisam de algo mais? Ou precisamos de algo mais em termos de jogadores...?

7 comentários:

Jason Urias disse...

Acho mesmo que o Tardelli deveria parar com essa de "eu não sou daqui" e assumir o posto. Pelo time, como você disse.

E, se ele cair, mesmo, nas graças da torcida, as coisas ficarão muito mais fáceis pra ele. (Isto, claro, considerando o comportamento da torcida ultimamente) Ex.? Vide o Marques que, mesmo não jogando nada, foi (quase) sempre poupado das críticas.

Na verdade, o que interessa são os gols. Não sei se ele nunca jogou nesta posição (9) mas, caso não tenha, é bom repensar, porque também não me lembro dele fazendo tantos gols em tão pouco tempo. (Tudo bem. É Campeonato Mineiro...)
Quem sabe se o que falta a ele é confiança no gato de que ele tem condição de "assumir" o ataque? Quem sabe o Juba viu isso antes mesmo do Tardelli?

Jason Urias disse...

Confiança no FATO de que ele tem condição...

Breno disse...

Gustavo, concordo com o que diz a respeito do Lopes. RO voltando tem que de cara colocar esse cara para descansar. Éder L. tem que acreditar no potencial que tem, claro que ele não é nem um craque e jamais tornará dado o seu perfil que já mostrou, mas é hora de acreditar e quando se joga por que acha que dá pé, as coisas acontecem para todo o grupo. No mais fico tranquilo nas faltas, Viu C. Prates?! rs sai zica!!!

Tom disse...

Sempre defindí aqui e na comuna dita oficial do Galo que espero o Galo com cara de Galo só para o ano que vem , no mínimo.
Este ano tenho a esperança ( êta palavrinha parasita ) que possamos beliscar uma quinta vaga na Libertadores.

Borusso disse...

Ranca era cabuloso ahahaha...recordo-me de no colégio sair alg. vzes c/ a canela rôxa.

-- FORA WF PEREBA!
-- FORA MÁRCIO ARAÚJO!


Queria ter a sua alvissareira esperança, Tom. Em meados de novmbro o PVC estimou um 7° ou 8° lugar pro Atlético em 09...desde q os cartolas fizessem as coisas certas pros 2 Oliveiras:
o Marcelo deveria ter continuado(de aux. tech, por ex.);
e o Renan fugido da Seleção U20, esta medida p/ evitar o aperto q o Breno indicou acima.

Gus Martins disse...

E não foi só o Renanzim. O tal dentinho tb, dos urubus paulistas (urubus sim... ah! tem nada de gavião não) também voltou bichado da selecinha...
E devem ter outros que não sei...

Que não é bom negócio a gente já sabe. Mas por que os manda-chuvas não se opõe na hora do vamo vê?

Pro clássico podemos estar sem os dois bons meias que temos. O lopes (que mesmo que volte não aguentará o jogo todo) e o Renanzim que já tá fora mesmo...

Jason Urias disse...

Money, meus caros. Seleção, ainda que U20, é vitrine de um bando de empresários carniceiros. (Tem mais gente desse tipo observando os jogos da U20 do que da principal.) Os manda-chuvas não se opõe - e nem o farão - porque esta "vitrine" é uma chance de fazer caixa com os meninos.

Eu também discordo completamente da postura da nossa gerência. O Renan deveria ter ficado e se preparado junto com o resto do elenco. Agora, como o Gus destacou, nossos dois meias estão baleados (mais o Tchô) e periga não jogarem o clássico. Apesar de alguns da imprensa dizerem que ainda tem o Yuri, não acho que ele tenha condições de comandar a armação de jogadas no time, principalmente no clássico. (Apesar de tudo que eu disse no comentário do GnD do Uberaba.)

Vamos ver o que o Juba vai preparar. Será que entra com o Júnior na armação e o Feltri na esquerda?