quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Pitacos: Galo X Saci

Belo Horizonte (Preciso descansar) - Há pouquíssimo tempo em defendia veementemente duas vitórias certas do Galo: contra o Inter aqui e contra o Palmeiras lá. Mas o momento psicológico das equipes é muito diferente - principalmente em relação ao Inter - e agora já não tenho tanta certeza assim.

Os colorados acabam de entrar no G4 e sentem que, com o final da competição tão perto, podem abocanhar uma vaga pra Santander '10.

Já o Galo, que vinha embalado e de peito estufado, numa rinha com o Urubu, levou a pior e parece ainda não ter se convalescido e deixa na dúvida seus seguidores quanto sua capacidade de ainda lutar por um objetivo.

Entretanto, muito mais pela nescessidade, não largo o osso: 2x1 pra nós. Continuo, como o Avenida, acreditanto na vaga para a Libertadores no Ano II.

28 comentários:

Breno disse...

Parafraseando GUs: Perder pro time do Tite (como foi no primeiro turno) é revoltante.
Perder pro time do Mário Sérgio é inaceitável.

But, não sabemos mais o que esperar desse nosso time.

Para um desfecho irônico, taco 4x0.

Sem desejo ao prêmio mãe Dinorah!

Cklarve disse...

Concordo com o Breno, GALO 4 x 0 Inter.
Porém, eu vou ganhar o prêmio mãe Dinorah!
3x Tardelli e Correa.

Gus Martins disse...

O Mário Sérgio é um medroso. Já tá pensando em retranca.
SE não formos mais medrosos ainda, assumiremos a hora de mudar a maré.
3 x 1 pra nós.

Mamute disse...

2x0 pro Inter. Tomara que eu esteja errado...

Felipe disse...

2 a 1 pro Galo...
e só
tardelli não marca
abração
felipe dutra

Tom disse...

Confesso que estou desanimado , principalmente depois q o Kalil anunciou a renovação de vários "canceres" como os nomeia o eminente Avenida.
De toda forma vou de 1x0 e com gol contra de um alguém deles pra nós.

Marcelo Vargas disse...

Galo 1x0 Inter.
Gol de pênalti, inexistente, sofrido por Thiago Feltri, marcado de paradinha por Tardelli.

E lembrem-se: deixem sempre essa caixa de comentários em número ímpar.

Borusso disse...

Pó d'xá, Vargas.

Tb não largo o osso.
Lourdes 2:1 Aterro.

-- ACORDA KALIL!
-- FORA RENAN NHAMBIQUARA!
-- FORA EVANDRO TRAFFIC KID!

Borusso disse...

Realmente ainda não nos convalescemos. Só que o Inter tb não tá nos seus dias mais áureos.

Sente só http://tinyurl.com/yf4qo42 do forum duma cmm gremista.
Né possível que não descolemos 3 ptºs conta um time que vive em tal ambiente!
Nem que for com esporas mancas, vamos dar um jeito de ganhar.

Tom disse...

Problema é que não sinto ânimo na fala dos jogadores.
Como diria o Caetano, "parece que algo se quebrou".
E, não sinto o Roth capaz de administrar um grupo nocauteado em pé.

Tom disse...

Ps , torço e espero estar redondamente enganado.
E, que acreditei que beliscaríamos uma vaga na Liberta e em alguns momentos achei q até com certa facilidade., but....

Jason Urias disse...

ô Tom, o pior, mesmo, foi ter sentido este gostinho de Santander à vista por tanto tempo...

Afonso Pena¹³ disse...

Carijó das alterosas 2 x 0 Inter

Eliana disse...

Ligada na Itatiaia outro dia, ouvi o Emanuel Carneiro dizer sobre o público para o jogo contra o Colorado que somente um fato novo, como uma mudança de jogadores, animaria o torcedor a ir a campo. Pensei cá comigo que isso de nada adiantaria, que o único tal fato novo seria uma derrota do Verdão, o que de fato aconteceu. Não sei se isso servirá de alento ao torcedor, mas espero que sirva de incentivo aos jogadores do Galo, senão na busca do título, pelo menos de uma vaga na Libertadores. O problema é que o remédio servirá também para o Inter, que virá todo animado para cima de nós, que temos a desvantagem não só de ser freguês dele, mas de ter um técnico que também é.

Borusso disse...

Quem assistiu ao Bate-bola da Espn agora há pco?
Foi um convidado que tem a ver com os debates daqui, ele é da area de Psicossociologia do Esporte, e se chama Antônio Carlos Simões.
Como leigo gostei, achei interessante.
Ele atentou pros clubs de futbol errarem ao chamar o Ψ apenas como bombeiro (no ato lembrei-me do CAM fazer isso com a Suzi Fleury); discorreu sobre o lance do Maurício e do Obina; sobre a importância do treinador e o Ψ estarem afinados, de se conhecer as caract. indiv. de cada jogador...uns são + auditivos, otros pegam melhor as instruções se virem o esquema na prancheta...
que num torneio feito o Brasileirão o Campeão é aquele que traça micrometas...

Que isso, gente? Se até o Fluminense, por quem quase ngem dava nada, tem reagido bem, o Carijó pode ir buscar esses 9 ptºs sim. Temos CT, temos salário em dia...que se passa no Galo?

Há 10 semanas a opinião pública decretava o Flu como rebaixado! Rolava de irem uns 5 Kalis a Vespa, um pra puxar a orelha do Celso e os outro 4 pra dar uma turbinada no grupo.

Gus Martins disse...

Não vi, Borusso, até porque, estou aqui me preparando pra dar uma de Bombeiro amanhã. Pois é.
Não são só os clubes de futebor que fazem isto. Tudo quanto é instituição dá milhões de socos em ponta de faca ao chamar-nos com este intuito. Fácil prever que o resultado invariavelmente não é interessante.

**Ficarei atento ao post no domingo e, se na última volta do ponteiro antes do jogo estivermos em número par, tratarei de colocar algum comentário qualquer de total utilidade cabalística...

VÉIO DO GALO disse...

Contra tudo e contra todos," No pasarán!" como diria Isidora Dolores Ibárruri Gómez - La Pasionaria !
Alvinegro 1x0 para a felicidade geral da nação Alvinegra e diremos à todos os outros que ficamos!

Herberth Mendes disse...

Galo 2 x 1 Inter.

Como a Eliana disse, impera o desânimo da Massa. Até nos ingressos vendidos: 28500 antes do jogo com o Coxa, 6000 depois.

Também concordo com Tom, os caras parecem meio entregues as baratas.

Mas geralmente quando ninguém acredita mais o Galo ganha. Pelo menos a Lib. precisamos beliscar.

Obs: Ô Jason, vc tá recebendo desse banco? he he!!

Herberth Mendes disse...

Borusso, sobre psi no esporte.

Não tem nada a ver com futebol, mas cito aqui Phil Jackson, técnico da NBA com mais títulos na história (6 com os Bulls de Jordan e 4 com os Lakers).

É considerado um gênio na arte de conduzir um elenco, principalmente nesse sentido de conhecer e entender as características de cada um e fazer com que alcancem o máximo de suas capacidades.

Mestre em lidar com atletas vaidosos, que ao passarem do universitário ao profissional muitas vezes não mantêm o mesmo destaque.

Jordan sempre citou a importância de Jackson em sua carreira.

E Bernardinho muticampeão do nosso volei sempre citou Jordan e bebe na mesma fonte.

E no Brasil acham que psi no futebol tem a ver só "com precisamos motivar os jogadores". Quando a vaca já foi pro brejo não adianta mais...

Alguns clubes tem feito trabalhos bacanas com as categorias de base.

Tom disse...

Bem colocado Herberth, ví a entrevista do cidadão e apesar de ter sido rápida foi, dentro do possível, muito elucidativa.
Fundamentalmente não passou aquela imagem de "animador de auditório" das Silvia's Fleury's da vida, muito pelo contrário.
O sujeito esquadrinha o elenco em suas singularidades e tabalha a partir daí.
Agora é importante, como ele ressaltou, que seja um trabalho desenvolvido dentro de um horizonte histórico e não apenas pontual como em geral é pensado.
Sob o aspecto motivacional estou de pleno acordo com a postura do Profexô Muriçoca: "é profissional, ganha bem, em dia, então aqui é trabalho, ô meu."

Jason Urias disse...

Ô Beth. Pior que não... hehehe

Nem do banco e nem da montadora. rs

Até que um corollazinho de jabá não cairia mal. Não. Pensando bem, não 'grado' muito do corolla. Talvez uma Hilux. Ah. Tb não.

É. Tens razão, Bet. Melhor Lib. mesmo. hehe

Herberth Mendes disse...

Ainda sobre o Atlético x Inter.

Colorado e Galo foram dois gigantes na minha infância, dois dos melhores times do Brasil nos anos 70,com vários jogos memoráveis realizados.

Falcão, Batista, Manga, Cerezzo, Rei, Marcelo, Izidoro...

Palmeiras 2 x 3 Inter, 1979, é um dos maiores jogos da época. Nessa, nem Telê deu jeito.

Considero que o Inter, guardadas as devidas diferenças e particularidades, é uma referência boa para o Galo.

Foi gigante dos anos 70, caiu um pouco nos 80 mas ainda marcou boa presença, patinou nos 90 e envergonhou no início dos 2000.

Quase foi rebaixado, estava na mesma pitimba que nós, devendo todo mundo e voltou a ser time de ponta, ganhando inclusive o mundial.

O que mudou por lá poderia ser mudado aqui?

Mesmo que tenha vacilado muito com os Tites da vida em 2009 e tenha problemas internos está a frente em organização.

Espero que consigamos os 3 pontos no domingo, sete anos sem vencer já é muito tempo

eliana disse...

O Inter voltou a investir nas categorias de base, revelou bons jogadores e conseguiu fazer caixa com eles.
Pra hoje, vou apostar de novo em vitória do Galo, já tá passando da hora!

Tom disse...

Óia o número impar ....pelo amor de Deus! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Gus Martins disse...

To de Olho, Tom... agora está ímpar.. .e antes do jogo faço outra conferência... ehhehe

Herberrth Mendes disse...

Além da revelação e venda de jogadores o Inter maximizou todas as possibilidades possíveis de negócios.

1- com os torcedores: mais de 100000 sócios;

2-ainda os torcedores: aumento da venda de produtos licenciados;

3-parceiros: grupos como o de Delcyr Sonda investiram no clube.

O Grupo é procurador de Sandro, Taison, Talles Cunha, Bolaños, Kleber e D’Alessandro. Essa eu já nem sei se é tão boa.

4-marketing:como falou Kalil, marketing é bola na rede e liderança em campeonatos. O mundial aumentou em muito o prestígio do clube e o retorno financeiro.

Mas já chega de Inter.

Se vira aê Gus e não deixa ficar par he he!

Jason Urias disse...

27º. 2+7=9, que é = a Tardelli que é igual a gol.

Bom, pelo menos tá ímpar!

Borusso disse...

[8)]Mto enriquecedor o que vocês colocaram!