terça-feira, 31 de agosto de 2010

Mais do mesmo

Belo Horizonte (Hum...) - O discurso, em sua essência, não foi muito diferente do que o Luxemburgo tem falado ultimamente. Dizer que fica até o fim do contrato, que tem um projeto que guia as ações (ou seriam suas intenções?) e que já passou por isso antes não é novidade.

Novidade foi a decisão de voltar à Arena do Jacaré e lá permanecer até o fim do campeonato, "ganhando ou perdendo", como disso o treinador. Pra mim, decisão errada. O gramado de lá é ruim e, para um time que já não consegue jogar em piso bom... Mas, imagino, a que diretoria e a comissão técnica devam saber o que estão fazendo.

Discurso e ação: dois desconhecidos
O que continua carecendo de explicações - e disto o fexô sempre escapa sorrateiramente - é falta de padrão tático do time, a inexplicável queda de rendimento de alguns jogadores (exceto o Serginho, que ontem ele disse não entender a causa do fraco desempenho. Não seria pelo fato dele, Serginho, estar mal posicionado, mal escalado?), a mais inexplicável ainda falta de rendimento do Diego Souza, o retorno prematuro do Méndez, do Obina, por falta de condicionamento físico. 

Estes tipos de explicações o Luxa raramente dá. Prefere se agarrar ao seu passado para justificar a possibilidade de um futuro que poucos conseguem vislumbrar.

Se a intenção da entrevista de ontem foi acalmar os ânimos da torcida, tranquilizar a massa com o 'fico', digo que você não conseguiu não, Fexô. Não comigo e certamente não com  muitos dos que acompanham o FEF. Há muitas perguntas que ainda estão sem respostas e, atualmente, o futuro é um imenso ponto de exclamação envolto por fantasmas de um passado muito recente.

6 comentários:

Jomar disse...

É o dia do fico.
Fico com a impressão de que o fantasma da Selegalo voltou.

Daniel Martins disse...

Dia do Fico fajuto e com cara de auto-proclamado, isso sim.

Gus Martins disse...

"Estes tipos de explicações o Luxa raramente dá. Prefere se agarrar ao seu passado para justificar a possibilidade de um futuro que poucos conseguem vislumbrar." Nada a acrescentar.

Sobre o Serginho, o próprio disse (acho que na entrevista depois do jogo) que não tá na posição certa e que tem tentado se esforçar pra dar conta da nova função...

Tom disse...

sujeitinho abestado este Luxa, nem falou, nem dizeu bisolutamente nadegas.

Rodrigo disse...

Antes a culpa era dos jogadores, da falta de comprometimento, falta de garra, do outro time que jogou bem , do juiz, da torcida.

Agora ele assume a culpa. Com isso, não estaria, despistadamente, pedindo pra sair? Ou melhor, pra ser saído? Igual aquele empregado que tá doido pra pegar o acerto e ficar 6 meses no seguro.

Breno disse...

Pois é meu nobre Rodrigo, mas essa aí ele num vai ter não... vamos jogar ano que vem às terças e sábados e ele estará lá de castigo pra queimar o Vitae!

Ou estou enganado?