quinta-feira, 9 de junho de 2011

Galo no Divã: Atlético MG 0 x 1 São Paulo

Belo Horizonte (Tá bão?) - Eu não vi o jogo. Fiquei no que o povo contou no fone de ouvido. E as impressões que tive foram as seguintes:

- Falar das laterais é chover no molhado. Na direita até pareceu que o Patric apoiou bastante. Parece que faltou o de sempre: qualidade. Na esquerda, bom, era o Leandro...

- Eu não consegui entender ainda o Serginho fora do time. Pra mim é titular absoluto. Ontem o Toró não entrou em campo. Acho que a idéia de aproveitá-lo como 'armador' ao lado do Giovanni é errada. Mas é o DJ quem tá vendo os caboclo nos treinos, né!? Aliás, ele disse que se não precisasse fazer a terceira substituição ainda no intervalo ele colocaria o Serginho...

Nem no grito adiantou

- E não sei se o Richarlyson é titular tb não, apesar de ter feito, aparentemente, um jogo razoável contra o ex-clube.

- Sei não, mas eu continuo querendo ver o Daniel Carvalho ter uma chance verdadeira de mostrar que não presta. Afinal, até o Ricardo Bueno teve, pô!!

- Por quê, céus, não informaram ainda no verstiário que o Souto não tinha condições de jogo?

- Dizem que o gol 'bambino' foi falha do sistema defensivo (que, ultimamente, tá mais pra ofensivo...). Alguém aí viu pra poder confirmar ou não?

- Aliás, alguém confirma que o juizão lambeu dois pênaltis?

- O Gus disse nos coments aí abaixo que colocaria o Obina Fake no lugar do Berola. Parece que era essa a intenção do DJ também, pelo que disse na 'coletiva'.

- Pelo que contaram, eu até achei que o Berola fez boa partida.

- Pelo que disseram o Ceni tava pactuado com 'o coisa ruim'. Sei lá. Ruim foi o Mancini...

- A impressão geral - e isso não só pelo jogo de ontem, mas pelo que o time vem apresentando últimos jogos, também, apesar dos adversários - é que há uma mudança de postura no time. O Dorival parece, aos poucos, conseguir dar algum padrão.

Bom, como não vi, ficam só as impressões que tive do que ouvi. Se alguém aí viu, conta pra gente, uai.

11 comentários:

Tom disse...

Cê ouviu bem o jogo.
Vou deixar meus xingos pra manhã tb.

[mute]™ disse...

Definitivamente falta qualidade no ataque. Leandro, sim, é chover no molhado (já o Patric não está jogando mal assim). Falha no sistema defensivo - aí eu já achei demais; está mais apenas para um pequeno desleixo que resultou em espaços suficientes para sair a jogada do gol tricolor, muito bem construído por sinal. O time soube impor o seu volume de jogo, mas falta agressividade nas finalizações (não é à-toa que Leonardo Silva virou centroavante no fim da partida - e, diga-se de passagem, ainda por cima jogou mais do que os outros três que atuaram ali). E, sim, deveria mesmo ter arriscado o tal Obina genérico - porque o Galo precisava mesmo era de presença na área. São Paulo acuou, defendeu-se (rezou, e muito) e levou os três pontos. Mas eu gostei do jogo...

Porém, agora, é mais do que fato: precisamos de atacantes (e dos bons).

Jason Urias disse...

[mute]™, acabei de ver o gol pela internet do trabalho aqui. Apesar de travar mais que o desvio da 381, deu pra perceber que o Casemiro tava sozim, sozim quando recebeu a bola pra chutar pro gol. Sei não... Continuo achando que o povo vacilou em deixá-lo livre.

No vídeo dá pra ver o Toró correndo 'de espectador' atrás do lance...

Mas, como disse, a impressão que ficou foi boa porque o time pressionou muito o SP e não se acovardou - como era praxe - diante do "todo poderoso", como disse o Kalil após a partida.

No mais, de acordo. Vamos precisar de mais qualidade no ataque. Também acho que a meiuca de criação vai precisar de mais qualidade. Tá ficando pesado pro Giovanni.

Eliana disse...

Que a derrota sirva pra mostrar que precisamos de um matador, e se o Obina tá na área...

Flay disse...

Só estou sabendo do resultado agora, porque, como sempre, não assisti à partida. Tava no buteco com Gustin e Júlio. Ah... e cheguei atrasado no serviço hoje.

Tom disse...

Centroavante já.
Patrick-trick é ruim, mas não tá tão ruim assim não.
Guilherme Ebano já.
Giovanni Augusto tava "dos Anjos" ontem.
Mancine nunca foi o q quer ser agora, ainda mais pela esquerda.Não ataca, não marca , nãosabe o que quer, só o q não quer.
Dudu Ceara é titular não importa no lugar de quem.
Serginho tb.
E por fim - pelo menos por agora - concordo com o q o Gus disse no Twitter : algo assim, q não aguentava mais ver torcedor comemorar liderança com dois jogos.
PS's
Guilherme Popozudo não vai acrescentar nada neste ataque, mais um cisca cisca.
Testem o Leo Vara Pau de centro avante.
Carpegianni é especialista em ferrolho, lembram-se do Paraguai na Copa da França?

Gus Martins disse...

É! A única liderança que me interessa é a da 38ª rodada. Até lá o time tem que trabalhar, e muito!
Ontem o Galo jogou melhor do que os dois primeiros jogos, melhor que quase todos do mineiro (exceto aqueles em que ganhou das marias)melhor que o SP, errou menos. Mas no pouco que errou, foi castigado.

Pra aprender que Brasileiro não é rural. Que ganhar jogando feio é bom, mas escancara a incapacidade de ganhar sempre. Que jogar bem não basta, tem que ganhar. Então, que daqui pra frente jogue bem como ontem e ganhe como nos outros dois.

Renan Ribeiro: Não foi exigido. Claro, retrancaram o jogo todo.
Patrick: Um Ruim jogando bem (e se soubesse cruzar...).
Leandro: Um Ruim jogando mal (e pior que tentou jogar).
Réver: Jogadorzaço!
Leonardo Silva: Bem influenciado pelo Réver e de quebra mostrou pros atacantes que se tivesse lá o jogo inteiro, o resultado era outro.
Filippe Souto: Competente como sempre, mas muito discreto em relação ao normal.
(Serginho): Deu maior gás no time, sem perder a qualidade defensiva.
Rycharlysson: Oscilou muito, perdeu passes em demasia, como sempre. Na metade do segundo tempo resolveu jogar bola. (Já perdeu vaga pro Fillipe, daqui a pouco perde pro Dudu)
Toró: Não jogou.
(Dudu Cearense): Pode ser titular, é só continuar no ritmo. Ainda não guenta a pegada do começo ao fim.
Giovani Augusto: Melhor do time. Consegue ver oportunidades onde outros não veem. Principalmente o ataque, que continuou sem enxergar.
Mancini: Fake dele mesmo.
(Neto Berola):Criança hiperativa.
Arruma uma correria, ciscação, incomoda todo mundo. E não produz nada.
Magno Alves: Custou a ter chance e não aproveitou.

Dorival Júnior: Apostou muito mal no Berola, quando o time precisava de um centro-avante ainda que fake plantado na área. Leonardo Silva provou isso aí.

Foram 4. Apenas 4 falhas do time. A rigor, poderia então ser 4 x 0 pros Bambis, hehehe. Mas só tiveram competência para concluir em gol na primeira. Jason, não acho que foi culpa do setor defensivo, mas da reorganização do time quando perdia bola no ataque.
Nesses 4 lances sempre tinha alguém fora da posição perdendo bola e na hora de se recompor foi uma bagunça. Os zagueiros, cara a cara com o ataque de lá, tinham que ir pra cima e deixavam um lado vazio. Então, falha dos volantes e laterais (o Patrik mesmo fez duas dessas bobagens. Mas não no lance do gol, que não lembro quem iniciou a queda).

Pontos negativos: A derrota, claro!; Continuamos sem laterais. Na direita, vá lá, mas na esquerda temos um que por algum mistério (e com meu medo de o Jason estar certo) não entra em campo; Não temos centroavante. E continuaremos sem, porque o DJ tá apaixonado com Mancini no ataque e na falta dele vem Berola, Guilherme Popozudo, e por aí vai; Kalil que tá se achando o maior cartola do mundo, não conseguiu contratar o irmão do Rick, que agora é campeão da Copa, na cia de Chico Bento.

Pontos positivos: O time jogou bem; Não se desorganizaram em função do gol, mas partiram pra cima; Mesmo dando tudo errado, insistiram e encurralaram o adversário até o fim; O DJ errou sim, mas é o DJ. Dá pra confiar nele até o fim.

Gus Martins disse...

Quis dizer... não foi culpa dos zagueiros.... mas, dos volantes pra frente.

Daniel Martins disse...

Muito boa análise, Gus. No jogo de ontem, com o SP jogando na retranca característica, faltou um centroavante mesmo.
Quanto aos dois penâltis, só vi um. No Patric, ele deu 2 cortes, abriu pra chutar, e foi desequilibrado. Apelou pro teatro, se jogou, e o juiz considerou que foi tudo simulação.
O Berola: não era jogo pra ele.
O Magno: foi bem, chuta bem de longe! Faltou mais isso ontem.
O Mancini: mal jogou, tentava uns passes absurdos contra uma defesa fechada, aí num dá.
Giovanni: joga muito bem, uma capacidade de conduzir a bola e prendê-la nos pés, falta um pouco de agressividade e mira no passe, pra desconcertar a defesa e colocar atacante na frente do gol.
O Patrick: já vem mantendo o ruim jogando bem a um bom tempo, tem uma boa subida pro ataque (o "penalti" sofrido e alguns gols marcados mostram isso), falta aprender a cruzar, contudo. Quanto a capacidade defensiva, não reparei isso no jogo. O lance do gol deles foi pela esquerda.
Toró: tava perdido em campo, aparentemente empolgado com uma força ofensiva que consegue demonstrar. Pecou na defesa, como no gol deles.
DJ: deve ter armado o time pensando que eles iriam ficar na retranca, por causa dos 4 ou 3 volantes, mas no primeiro tempo não deu certo; visto que os volantes jogavam de meia armadores. No segundo tempo conseguiu consertar o time no posicionamento ofensivo/defensivo, a inoperância de algumas peças chaves, citadas acima, comprometeu. A única substituição errônea que fez foi a do Berola mesmo.
Quantos aos outros, ctrl c ctrl v no que já falaram.

Pontos positivos: A derrota. Tira aquela sensação de tá garantido e pode alertar o time. Antes agora que tarde demais.
As carências demonstradas no segundo tempo ajudam a mstrar exatamente o que precisamos pro time: Um outro volante/meio que saiba armar o jogo, pra aliviar pro Giovanni; Um centroavante no banco, pelo menos, pra quando enfrentarmos retrancas, que serão comuns jogando em casa; e por fim, um curso de cruzamentos pro laterais.
Pontos negativos: A perda de pontos em uma partida que poderia ser vencida.

Tom disse...

No mais continua valendo a máxima criada pelo "mosso" Abras: Êh Galo!

Jason Urias disse...

Tem isso msm, daniel. Vamo ver se agora o 'peso' da responsa diminua e esse povo compreenda que o brasileirão é jogo-a-jogo.

O Tom falou que o guigui popo vai render nada. Acho que vai depender do adversário e do jogo. Num igual ao último pra ele não daria não. Mas o popô q trata de se virar em 'tardelli' pra dar conta disso aí, pq foi grana, viu!