terça-feira, 10 de março de 2009

O silêncio dos inocentes

Belo Horizonte (hoje é quinta!) – Confesso que, quando da notícia da contratação do Carlos Alberto, torci o nariz. Do alto da minha ignorância, pensava que a diretoria estava realizando mais uma das infinitas contratações erradas que temos visto ao logo dos últimos anos. Um jogador que não havia tido destaque no Corinthians, pensava eu, tinha tudo para ser mais um pra mamar nas magras “tetas alvinegras”.

Felizmente eu estava errado. Minha falta de informação e meu preconceito têm sido sumariamente derrubados pelas constantes boas atuações do volante atleticano. Seja pela ótima condição física demonstrada nos jogos ou pelas incursões ofensivas, Carlos Alberto tem se mostrado uma peça de muita importância no time.

Por tudo isso, reconheço que fui injusto com o volante, que “calou a minha boca” jogando um futebol extremamente competente. Trabalhando como um "Mineirim", silenciosamente, mostrou a que veio e garantiu seu lugar no time. Merecido.

Entretanto, meu nariz ainda continua torcido pra algumas figurinhas do elenco alvinegro. Eu não ficaria nada triste se tivesse que ficar mudo...

4 comentários:

Gus Martins disse...

Devo reconhecer que também paguei língua. Não acreditava em nosso atual camisa 7.
Contudo, não me furtarei a ressaltar que muito de minha desconfiança provém exatamente das loucuras e burradas que as diretorias do glorioso fizeram nos últimos tempos.
E não precisamos ir longe, como todos sabem né. O Jason já indicou que no atual elenco há figurinhas duvidosas. Renan é uma delas. Lopes é outra(Contratar jogador bichado também tem feito parte das brilhantes medidas administrativas).

Breno disse...

Minhas críticas era para Junior, que agora vejo que trouxe qualidade para setor de atuação. Que continuem me calando quem sabe assim um dia eu animo a pisar no Galinheiro Magalhães Pinto!

Tom disse...

Qdo surgiram no figeuirense, C.Alberto, Cícero e Soares me encantaram, masna época o nosso presidente preferia Galvão, Jales, vanderley e Cia.

Herberth Mendes disse...

Tomara que Lopes também faça alguma coisa que preste.