sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Galo no Divã: Botafogo 3 x 1 Atlético MG

("Eu acredito na escada pro sucesso, Eu acredito na ordem e no progresso, Eu acredito, eu acredito...

Eu acredito no milagre que não vem, Eu acredito nos homens de bem, Eu acredito, eu acredito

Eu acredito nas boas intenções, Mas este papo ja encheu os meus culhões, Eu não acredito, eu não acredito" O adventista - Camisa de Vênus)

Dizem que é preciso jogar de igual pra igual contra o adversário mesmo quando vai para seus domínios. Aí, como uma brilhante associação direta, semelhante aos personagens do Chaves, o Galo foi pro rio jogar como um time do Z-4. Mais uma vez, foi um time pequeno. E o adversário que tem sido pequeno desde o início da competição inverteu os papéis.

O meu jogo terminou aos 30 do primeiro tempo, quando a vantagem adversária já era de 3 gols. Daí fui fazer coisa melhor. Sequer conseguia pensar em algo pra dizer dos jogadores, uma vez que a limitação era total. O Jogo só recomeçou aos 30 do segundo tempo, quando já tínhamos tirado o zero do nosso placar. Sabe-se lá porque, resolvi assistir ao finalzinho do jogo.
PERDEMOS o Timing na subida...

O Jason já falou no quão inacreditável foi a exibição do time no primeiro tempo. Discordo em partes. Concordo que foi o péssimo dos péssimos. Mas não foi inacreditável. Foi até previsível, embora minha euforia de partidas anteriores controlasse esta visão. Mas, tem sido assim... quando precisamos decidir, o time não joga. Hoje a desculpa não é mais a falta de elenco.

Havia dito que não concordava com a presença do Renanzim, pela sua falta de vontade. Acredito que isto se confirmou novamente. Porém, a apatia não foi apenas dele. Portanto, quando o time todo se dá mal, sendo mal escalado, mal armado e mal organizado, ponho os débitos na conta do treinador. Este foi fundamental pra outras tantas vitórias. Desta vez foi pra nosso vexame.

É por momentos como este que, remando contra a maré da massa, eu NÃO acredito nem mesmo na Libertadores.

28 comentários:

eliana disse...

Ser freguês do Bota é fogo! Acho que o Kalil deveria dar um espalha no elenco: é inadmissível perder por falta de vontade. Por essas e outras que não me iludi em nenhum momento que disputaríamos a Libetadores. O AK conseguiu recuperar um pouco a credibilidade e o cacife do clube, falta agora recuperar a raça, que sempre foi nossa principal característica.

Borusso disse...

Como disse o amigo corneta Gui, «Se perde pra time de zona de rebaixamento, o que será de nós contra time de Libertadores?»

[:o]A gente torce, dá força...e o Celso apresenta p/ uma Final uma eqp montada para e em clima de jogo-treino.

-- FORA FELTRI! FORA EVANDRO "SELÊÇA"! FORA RENTERÍA!

Jason Urias disse...

Eu não achava que seria um jogo fácil, apesar de acreditar na vitória. Achava que teríamos muitas dificuldades, mas com o ADVERSÁRIO. Não consigo próprio. Tanto que disse que a derrota não seria resultado de se estranhar. Mas, da forma que foi...

Carini: não teve culpa em nenhum dos gols. Ainda salvou milagrosamente mais um.

Coelho: eu disse que havia sido grande contratação devido ao contexto da lateral-direita no galo. Agora, devo concordar com o Gus . Dá-lhe Carlos Alberto!!

(Renan Silva): sua entrada melhorou (!) o setor defensivo. Mas foi o Renan de sempre.

Jorge Luís: perdido, lento, atrasado. Não conseguiu parar Lúcio Flávio e Reinaldo quando dos chutes para o 2º e 3º gols respectivamente. Expulso infantilmente.

Werley: Teve muito trabalho para atuar como zagueiro e cobrir as ausências do Tiago Feltri.

Tiago Feltri: No 1º tempo, ausente da lateral. Não me pergunte onde ele estava. No 2º, com a entrada do Ricardinho, ganhou condições de tentar alguma coisa. E conseguiu um pênalti.

Jonílson: Estranhamente desconcentrado, desorientado. Mas, mesmo assim, conseguiu ajudar a zaga. Após a entrada do Renan Silva, melhorou um pouco.

Márcio Araújo: enquanto estava jogando no meio-campo, não conseguiu ser veloz na ligação ao ataque, já que o time não conseguia jogar no ataque. Mal na marcação. Melhorou a lateral quando foi jogar lá.

Corrêa: uma das únicas opções de criação. O menos perdido em campo. Com a entrada do Ricardinho, tentou algumas investidas ao ataque (quando conseguia ficar de pé).

Evandro: Apesar de bem marcado, estava completamente perdido. Mais ainda quando foi jogar como atacante.

Renan Oliveira: apático para se desvencilhar da marcação da zaga botafoguense. Não ofereceu o menor perigo. Poderia ter saído do jogo antes.

(Ricardinho): Logo que entrou em campo junto com o Renan, o Galo conseguiu permanecer 30s no campo defensivo do Botafogo. Deu mais posse-de-bola à equipe, cadenciou o jogo e tentou dar alguma organização ao setor ofensivo.

Renteria: Lento, como o Renan Oliveira. Apático.

(Alessandro): deu um pouco mais de ânimo, mas como o time todo estava muito mal, não conseguiu muita coisa.


Celso Roth: Incompreensível esta sua insistência de improvisar meias no lugar de atacantes. Com Alessandro, Pedro Paulo, Pedro Oldoni, Marques (esqueci de alguém) de atacantes no elenco, improvisar R.O. – e depois o Evandro – no ataque é, no mínimo estranho. Acertou nas modificações que fez antes do intervalo, mas poderia tê-las processado antes, até. Errou ao só corrigir o posicionamento do Feltri durante o intervalo. Foi por lá que o bom atacante Jóbson deu muito trabalho. Por lá que o Lúcio Flávio cruzou aquela bola em que a zaga toda ficou observando o ‘perfeito arco’ do meia botafoguense, enquanto o André Lima passava tranqüilamente (eu diria até educadamente) por todos.

O Celso parece não ter apreendido, realmente, a importância do jogo de ontem. Era final, mesmo. Seria um divisor de águas. A lucidez apresentada em seu discurso dos três jogos não se transformou em coragem para armar o time.

Jason Urias disse...

"e o Celso apresenta p/ uma Final uma eqp montada para e em clima de jogo-treino"

Preciso, Boris! Vamos torcer para que ele não repita isso contra as moças.

Gus Martins disse...

Jason,confesso que nas últimas partidas do Carlos Alberto como lateral, eu também desejei que o Coelho entrasse.
Ontem me arrependi.

Tom disse...

Como havia "previsto" a derrapada digo : até as chuteiras foram escaladas equivocadamente. O Scout de derrapdas ficou em 75% prá nóis e 15 % deles.
A semelhança da performance com o jogo contra o flamengo foi absurda.
Uma coisa é o desequilíbrio individual (Coelho,R.O.) diferentemente do desequilíbrio coletivo.
Este último sim, tem uma causação, uma origem, um fator desencadeante comum. Qual será? That's the sheakesperiana e recorrente question. O fato é que tenho a nítida "imprenção" que o time já entra derrotado.
Ah...a falta que um C.Alberto faz...
Ah...a coragem que fata de ousar..
Ah...e eu q detesto o Levir, sabedor que é ele o Outro preferido do AK, torço para que ele venha....
Ah...que saco!

Tom disse...

Em tempo: inventar a colocação do M. Araújo pela esquerda é o mesmo que pedir para afegão cair no pagode.
Qto ao RO. acho q ele tem medo da cara de "hôme do saco" que o Roth tem.
Qto ao J. Luis ontem ele enfim revelou à que veio.
E o Renteria que nunca foi titular em lugar nenhum q jogou ( como por ocasião de sua contratação já havia apontado aqui)é aquele jogador q o técnico tira do banco e diz "vai com Deus!". As vêzes Deus tá meio desocupado e vai junto...

Afonso Pena¹³ disse...

Sem comentários


...

Herberth Mendes disse...

"Se perde pra time de zona de rebaixamento, o que será de nós contra time de Libertadores?"
Ô Borusso, dá um toque no seu amigo aê: como dizia o flósofo e agora cantor Maguila, "antes apanhar do Mike Tyson do que bater no Mané da esquina, pelo menos vô tá na mídia". he he!

Herberth Mendes disse...

Ô Gus, desanima não sô. he he!Senão quando vc tiver minha idade num vai acreditar nem que vamos ficar entre os quatro do ruralzão. Ou então vai falar igual minha mãe: "porque cê perde tanto tempo torcendo pro Galo se sabe que num vai ganhar mesmo?". He he! Como dizia a Carolzinha, "espora (nem tão) afiada (quase) sempre." Obs: Até o nosso R.Drummond já perdeu a paciência com o Galo e mandou o Rei praquele lugar, imagina o que faria hoje em dia.

Borusso disse...

Vamos torcer, Jason, senão ele pode dar continuação ao desequilíbrio coletivo que o Tom mencionou.

Sério essa, Herberth? É que o Bob era súdito de pétrea lealdade ao Reinaldo! Como foi o negócio?

Herberth Mendes disse...

Borusso, foi depois da semifinal de 83 contra o Santos, 0 x 0, com o Rei expulso por bobeira, Kalil pai presidente e 113000 pagantes, incluindo o bobão aqui. Drummond ficou invocado e soltou os cachorros com o vacilo do Rei. Inclusive cita, como vc bem disse, que sempre o havia elogiado antes e que se juntasse todos esses elogios daria pra ir até a lua. R.Drumond, no livro Paixão em Preto e Branco. Publicado originalmente no EM logo após a eliminação contra o Santos. Aliás tem uma outra passagem no mesmo texto que ilustra bem nosso atual momento: "...o Atlético sonha com o Brasil e o mundo, mas tem um time bom para apenas ganhar campeonatos em Minas e ameaçar ganhar a Taça de Ouro. Vocês já viram um quadro que o pintor não acabou de pintar? Pois esse quadro, ainda por completar é o time do Atlético: que o pintor (no caso o presidente) pegue o pincel de ouro e termine o quadro." Parece até um post do Gus, he he!

Tom disse...

Pois é Herberth este outro bobo aqui tb estava lá e da mesma forma em 85 contra o coxa....
Depois desta de 85 comecei a deixar de ser frequente, mas o Galo é que nem música, a gente abandona a música , mas a música não abandona a gente....

Herberth Mendes disse...

Com certeza Tom. Nessa do Coxa fizemos a fama do "São Rafael".

Breno disse...

O que mais me intirgou foi a lacuna que se criava quando o Galo estava de posse da bola. Avendia, explica isso aí vc que entende de tudo de grandes corredores. rs.
Brincadeiras a parte, mas continuar assim, vou ter que dar o braço a torcer para o Gus. Libertadores estamos fuera!

Herberth Mendes disse...

Galera, já falei um monte que nesse brasileiro os times são tudo m#@$% do mesmo tipo.

Comentários abaixo são de torcedores do Sampa retirados de outro blog, o do Mílton Neves. Tem um monte igual dos Porcos, do Inter e por aí vai.

Esses times que a gente vê os melhores momentos e acha que tá com pinta de campeão porque ganhou apertado aqui e acolá, mas que mata a própria galera de raiva.

Segue uma amostra:
Olha, jogando dessa forma, fazendo 1 x 0 e se acomodando, deixando de fazer o 2º, tomando sufoco, errando muitos passes, não vamos à lugar nenhum.
O árbitro, nem merece comentários!
Adeus campeonato brasileiro!
Agora é só tentar uma vaga na Libertadores, mas jogando assim, fica difícil.
Saudações tricolores!!!!!!!!!!!!!

….timinho servengonha esse do SÃO PAULO, joga como palmeirinha…..retrancado…com medo de jogar futebol…. sentiu do próprio veneno hoje….

Alguma semelhança? Quantas vezes já falamos o mesmo. Tem outros trechos em que lamentam também os pontos bobos perdidos (mas nesse quesito o Galo é rei).

Não me surpreenderia nada se perdessemos todos os jogos por goleada (a começar na segunda) ou ficásemos invictos até o final do campeonato, afinal de contas é o Galo e sei de cor e salteado as bobagens (em maior proporção) e milagres que ele já aprontou.

O Galo não é nenhum Barça (quem me dera), mas se jogar o que sabe chega entre os 4. Se ficar com medo da sua HISTÓRIA e da própria SOMBRA (porque num tem fantasma nenhum) aí vai morrer mesmo na praia de novo. Como diz a minha sobrinha Ana Luiza "vcs deviam por um P no escudo, clube atletico que morre na praia". E a praguinha só tem 8 anos...e já viu o time na lib. a mesma quantidade de vezes que eu.

Obs: temos que vencer com esse rascunho de time mesmo, porque ninguém tem saco pra esperar presidente terminar o quadro citado lá pelo saudoso Drummond. Aliás deve sair uma obra de arte e tanto, pra demorar isso tudo...

Borusso disse...

Herberth, hmm...agora entendi. Comenta-se no Catatau, tipo na Vila tava 1:1 e ele deu um passe pra trás feito bailarina, sem olhar, e o esférico caiu no pé do Serginho que virou a partida.

Puxa! A crítica do Bob feita em '83 ainda é bastante atual.

Gus Martins disse...

Concordo que o time do SP é uma m*&*¨$ como outra qualquer, mas que aproveita melhor as chances.

Discordo que o Palmeiras esteja no mesmo nível. Ultimamente ando assistindo a outros jogos além dos nossos (dando preferência para os nossos concorrentes lá de cima) e, apesar da retranca do Muriçoca, alviverdes têm muito mais gana no gramado. Jogar uma bola pro alto é como jogar restos no chiqueiro. Heheh... os Porcos fazem a festa.
(continuam não sendo um time de craques, claro!)

E concordo que nosso problema maior é a Sombra. Principalmente agora com o elenco completo, poderíamos estar em pé de igualdade (inclusive nos pontos) com o líder...

Os outros times podem ficar pra trás porque não superam certas limitações (tais como reclamadas pelos seus torcedores).
A questão é se nosso time superará a sua (que é uma 'simples' sombra... hehehe)

Gus Martins disse...

*** A propósito, Herberth... quem me dera postar como as pinturas alvinegras do Roberto Drummond... (aliás, tenho esse livro aqui... é de arrepiar!)

Herberth Mendes disse...

Ô Gus, a diferença principal dos porcos, é como disse o Mílton Neves: "ô time largo sô". he he! Tomaram um vareio das moças, do paraguaiense, do hawai 5.0 e mesmo assim levaram 7 pontos.

Quando começa assim já era, apesar de jogar feio pra caramba, tá com pinta de Muritetra. Por isso que só falo em vaga na Lib.

Obs 1: O morrer na praia lá do post de cima não era perder o título, era perder a vaga na Lib.

Obs 2: A nossa sombra é maior que aquele monstrão que aparece no final dos caça fantasmas...

Obs 3: Tem urubu chegando(já vi esse filme em algum lugar) na área.

Obs 4: Gus, hj vou me esconder no cinema na hora do jogo. A última vez que fiz isso o Galo ganhou por 3 x 0.

Herberth Mendes disse...

Borusso, Catatau vacilou no primeiro jogo e virou "O Cristo".

Se não me falha a memória, Serginho marcou de penal no final do primeiro tempo. Éder empatou logo no início do segundo e depois Serginho afundou nóis de novo.

O jogo foi no Morumba. Pior que no domingo seguinte a Massa achava que a gente ia passar fácil pra final, inclusive eu (ainda era fiote). he he, só chegaríamos lá de novo em 99!

Tudo que tá no livro do livro do Drummond é atual. Desde a paixão da galera até os vacilos do Galo e as desculpas esfarrapadas pras derrapadas.

Daí meu desespero em perder essa p@#$% de vaga na Lib. e não aguentar escutar mais que "é no que vem". Pô, se demorar muito eu vou estar é aposentado he he!!

Gus Martins disse...

É, também ando com medo do Urubu... Espero que alguém os humilhe no meio do caminho, porque se chegarem no mineirão como estão hoje, já sei até o resultado...

Tom disse...

Peraí: o urubu tá chegando ou os bambis estão saindo?
Pra eu aqui tá claro que neste campeonato todo mundo tá tendo direito à seus "15 minutos de fama".

Gus Martins disse...

O Galo vem tendo sua fama constante desde o começo do campeonato. Espero não ficarmos famosos no final por morrer na praia...

Borusso disse...

Queria que as laterais do Galo fossem do nível das do Urubu. Cujo Mapa da Mina é o defensor Álvaro, tão bagre qtº Werley ou Jorge Luís.

Herberth, ahh...então é isso! Foi na capital mesmo. Santos abre, Atlético empata e Catatau derrapa.

Jason Urias disse...

Putz! A coisa aqui "bombou" mesmo, hein!? Estava aproveitando uma quermece familiar e fiquei longe da 'rede' estes dias.

Quantao história, hein, Beth e Tom?

(qdo. vejo isto tenho vontade de matar o Beth! Como membro fundador do Blog, tinha a obrigação moral e espiritual de escrever uma 'coluna' com todos estes causos! Já não sei mais como ameaçá-lo para conseguir que ele faça isto! Tom, porque você não junta estas reminiscências numa nova Associação Livre?)

Beth, parece que a história do Galo É sua sombra. Eu fiquei me perguntando o por quê de sempre que temos a chance do sucesso (como esta possibilidade de aproximação à ponta da tabela) tropeçarmos. Por que a história se repete? O que faz que ela se repita? Não é estranho, já que os jogadores são outro, os diregentes são outros (nem tanto, né!?).

Gus, mesmo tendo quase certeza que você já ofereceu, oc podia emprestar o livro, hein!?

Espero que a chegada do urubu não seja por ter avistado carniça...

Gus Martins disse...

Jason, já ofereci sim. E se tivesse saido da quermece um pouco antes, eu teria trazido. Agora já estou em BH e vai demorar um tanto pra voltar com ele... hehe

Herberth Mendes disse...

Jason, boa a usa sacada, história = sombra.
Tomara que a carniça não seja de Galo.